Entre em contato
Obrigada pelo interesse em meu trabalho!
Por favor, preencha o formulário abaixo para entrar em contato comigo.

Obrigada! Sua mensagem foi enviada! :)

Oops! Ocorreu um erro ao enviar o formulário.
Verifique as informações e tente novamente.

olá.

Desenhos da Semana #66

Desenhos em lápis pastel, nanquim e digital; a importância de se estudar teoria das cores.
|
|
Desenhos da Semana

E aqui vamos para a edição 66ª dos Desenhos da Semana!

Eu, como sempre, estou na correria com projetos de web/identidade visual, haha, mas é uma correria boa, pelo menos. Faz algum tempo que não posto, inclusive, projetos de web e identidade visual porque mesmo quando eu finalizo algum eu quero aguardar o cliente terminar todo o processo legal e finalmente colocar o site e/ou logo no ar antes de postar. Questão de respeito, claro. Seria muito chato se acontecesse de os clientes dos clientes verem o projeto antes de o próprio cliente postar primeiro, hahah.

Agora, quando o assunto é desenho geralmente não tem problema postar processos e tudo mais, a não ser que o cliente te peça antes, claro. Sempre bom checar. Isso me lembra quando fiz a encomenda pro ator... quando mostrei para ele o andamento do desenho (ainda não estava finalizado), ele já postou logo em seguida porque adorou, hahaha. Achei sensacional. Sempre me alegra ver meus clientes felizes com meus trabalhos XD

Bom, chega de divagações. Vamos aos desenhos da semana? :)

Um sketch digital que comecei no Procreate.
O sketch finalizado. Estou fazendo esses sketches digitais meio soltos e "sem rumo" justamente para continuar testando as ferramentas e ver quais pincéis me agradam. No momento o que estou usando bastante são o pincel de lápis 6B e a ferramenta de mesclar, haha. Gosto de fazer as minhas linhas do desenho, mesclar algumas e depois refazê-las por cima. Quero encontrar um jeito meu de fazer arte digital também, porque não quero fazer o que a maioria já faz. Quando eu fazia arte digital lá no passado, costumava seguir a regra e o jeito dos outros... por isso também que eu resolvi parar e ficar só no tradicional, para encontrar minha própria voz antes de tudo.
Sketch com canetas nanquim no sketchbook de papel kraft.
Adoro usar a caneta dourada, haha.
Desenho finalizado. Nos meus desenhos de nanquim atuais, estou buscando moderar no uso da caneta branca e usá-la para realmente focar na iluminação ao invés de fazer o que eu fazia criando muitos contornos. Eu gostava, mas, conforme evoluímos, mudanças se tornam necessárias.
Sketch inicial do desenho Dream Child.
O sketch finalizado. Demorei um bom tempo nele porque queria deixar a composição o mais perfeita possível, hehe :)
Primeiras camadas de cor. Sempre gosto de começar pela pele, já definir os tons que vou usar — que são, geralmente: marrom médio e escuro para contornos e sombras; rosa para a bochecha e boca; e bege para algumas áreas da pele e sombras também. O branco do papel serve como iluminação e no papel kraft uso lápis branco para criar a iluminação.

No caso desse desenho específico, primeira vez desenhando/pintando uma criança, precisei tomar cuidado com as cores para não ficarem pesadas e parecer que ela está maquiada, haha. Além disso, antes de começar, já penso exatamente nas cores que irei usar. Recomendo muito o estudo de teoria das cores, aliás. Saber como usar as cores para criar contraste ou o efeito que você deseja passar para a sua arte é fundamental. A Psicologia das Cores de Eva Heller e Da Cor à Cor Inexistente de Israel Azevedo são livros must have não só para designers, mas para artistas também — e se você está aqui, provavelmente é ambos como eu, hahaha ;)

Nas estrelinhas eu usei minha amada caneta dourada, haha.

A ideia desse desenho, aliás, veio a partir de uma foto que usei de referência para a pose e também para captar a expressão de uma criança dormindo. Dei o nome de Dream Child porque simboliza o estado de inocência e sonho. O sonho tomando conta do ser, as borboletas que te levam para esse mundo fantasioso e colorido. Surreal.

Como usei bastante tons de amarelo e marrom, para criar contraste usei também tons de roxo e azul :)
Nem sempre já tenho em mente todos os detalhes do que quero fazer. Às vezes a ideia surge enquanto estou fazendo. Nesse caso resolvi criar uma iluminação amarelada que bate no rosto e parte do corpo dela, vinda do lado direito e consequentemente das borboletas — para enfatizar o que falei acima: as borboletas que te levam para o sonho. Uma maneira de ir além e também criar uma composição em que tudo está conectado, para não parecer que são elementos soltos dentro de uma composição. Por isso a importância de se estudar bastante a teoria das cores.
Aproveitei para reforçar a iluminação amarelada também nas estrelas douradas.
Roxo nas plantas para criar contraste com o amarelo (por ser cor complementar do mesmo). Nas borboletas resolvi criar um mix das cores que usei: amarelo, roxo e azul. Alguns azuis, inclusive, provavelmente nem dá para perceber (as esferas nas plantas), haha, mas usei um pouco do roxo também nas sombras. Cria um efeito holográfico interessante.
Reforcei alguns brilhos também usando a caneta dourada e mais contornos em amarelo.
Desenho finalizado.

Dream Child já está disponível para venda de art prints e outros produtos nas minhas lojas online no Society6 e Colab55. Além disso, estou criando uma outra versão para reforçar as cores — infelizmente, algumas se perdem ao digitalizar desenhos. Costumo depois de digitalizar apenas editar para recuperar um pouco mais do contraste e as cores (coisa leve e necessária. Qualquer dia faço um post mostrando como faço isso). Não gosto de editar demais para não perder a essência de ser um desenho tradicional, claro, mas nesse caso, fazendo alguns testes, percebi que poderia ir um pouco mais além e por isso em breve vou criar uma segunda versão com cores ainda mais vibrantes. Venderei as duas versões nas lojas.

Versão com cores mais vibrantes. Ainda estou em fase de testes e quero testar a impressão também primeiro, para na hora de imprimir não ficar muito escuro. Assim que estiver pronto, avisarei vocês e postarei nas redes, claro :)

Bom, é isso, pessoal. Espero que tenham gostado do post de hoje! <3

Compartilhe:

(0) Comente este post
Daniela S. Nassetti
Designer Gráfico, Web Designer e Ilustradora
Fascinada por games e arte conceitual, busca o sonho de ser concept artist. É Designer, formada pela Escola Panamericana de Arte e Design com experiência há mais de 15 anos na profissão.
COMENTE ESTE POST

Posts ReLACIONADOS